ads

Slider[Style1]

tecnologia

Jogos

Música

Cinema

Android

eventos


Será que ela e linda ?
A atriz britânica Camilla Luddington já interpretou uma médica, uma fada e a Duquesa de Cambridge, Kate Middleton, mas em seu mais recente papel ela retrata a ícone dos jogos virtuais Lara Croft, em um de seus desempenhos mais desgastantes fisicamente.Luddington, de 29 anos, conhecida por seus papéis nos seriados norte-americanos "Grey's Anatomy" e "True Blood", passou três anos retratando Croft na nova versão do jogo "Tomb Raider", da desenvolvedora de games Crystal Dynamics, que foi lançada em 5 de março pela Square Enix. 

Foi a primeira vez que Croft ganhou vida no jogo por meio da tecnologia de captura de movimentos que acompanhou os getos de Luddington e suas expressões faciais. 

A atriz falou à Reuters sobre a reprodução de um ícone do videogame e sobre o trabalho tecnológico para fazer uma Croft mais humana. 

Veja a entrevista... 
Qual foi a sensação de ter jogado "Tomb Raider" quando era mais nova e mais tarde ter retratado Lara Croft? 
Camilla Luddington:  Isso me deu crédito instantâneo com meus irmãos. O que foi muito legal para mim é que como era uma remontagem, eu senti que não estava assumindo o lugar de ninguém e pude conversar com a Crystal Dynamics sobre as cenas, para onde estava indo a visão deles e trabalhar com eles para criar algo novo. É quase como o renascimento da personagem. 

A Lara Croft antiga era muito conhecida por sua figura estilo Barbie. Como esta personagem renascida é fisicamente diferente? 
CL: Nos jogos anteriores, ela parecia desproporcional, se você quiser ver dessa maneira. Ela usava esses shorts minúsculos e ficava fantástica, mas eles queriam fazer dela um ser humano e mais realista neste jogo. Assim, suas proporções são mais normais agora. 

O que mais está diferente em Croft desta vez? 
CL: Parecia que no jogo anterior a Lara era como um super-herói e não podia se machucar. Mas neste jogo você muito rapidamente pode ver que Lara está sangrando e coberta de lama e machucada e com cortes, e isso é completamente diferente de qualquer um dos outros jogos que já vimos. Nós a vemos se machucar. Vemos duvidar de si. Vemos o medo dela. 

O que fez dela uma figura tão duradoura, não apenas nos jogos, mas nos filmes de Hollywood? 
CL: Há algo a ser dito sobre uma bela mulher dando porrada. Há algo obviamente atraente nisso. Ela é letal e ela é linda sendo letal, mas também acho que a Crystal Dynamics ouviu o que a nova geração está querendo. 

Como foi o processo de captura de movimentos? 
CL:  Eu passei três anos fazendo captura de movimento, no intervalo dos programas que fazia. Passei horas e horas realmente sendo espancada. Eu realmente não estou exagerando. Ela toma bastante porrada e por isso foi cansativo. Foi emocionalmente desgastante também, porque esta é apenas uma jovem que foi colocada em algumas circunstâncias extraordinárias.

 fonte: G1/Globo

POSTADO POR - wallison scheidt

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

COMENTE


Topo