ads

Slider[Style1]

tecnologia

Jogos

Música

Cinema

Android

eventos

A alguns dias atras anunciamos aqui na INFocoTech que o ministro da comunicação havia afirmado que os Smartphones teriam preços reduzidos ainda este mês, este seria o decreto de desoneração de PIS/Cofins para smartphones fabricados no Brasil, a informação era que a medida poderia reduzir até 30% no preço final dos aparelhos. enfim, o governo aprovou nesta terça-feira, 9, no entanto, a Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica) estima que a redução ficará na faixa dos 7%. 

Em entrevista ao UOL Tecnologia, o presidente da associação afirmou que o valor de redução apresentado pelo governo é irreal, já que os impostos desonerados somam apenas 9,25%. “Estamos considerando uma redução de 7%, que é um número razoável. Qualquer valor acima disso eu acho um pouco absurdo”, comentou.

A assessoria de imprensa do Ministério de Comunicações confirma a possibilidade de redução de até 30% nos preços. Essa porcentagem é citada para comparar uma possível diferença de valores cobrados entre os aparelhos produzidos no Brasil e modelos importados, que pagam IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

A Abinee ainda estima que os smartphones responderão por 44% das vendas de telefones móveis no Brasil em 2013 e aparelhos mais simples 56%. Caso os números estejam corretos, serão vendidos 29 milhões de celulares inteligentes, contra 16 milhões do ano passado. Segundo o Ministério das Comunicações, cerca de 65 milhões de pessoas usam smartphones no Brasil.

O decreto entra em vigor na data da publicação, mas ainda não há informações de quando esse desconto chegará efetivamente aos consumidores. À Folha de S.Paulo o ministro Paulo Bernardo deu como prazo o Dia das Mães.

Decreto

O incentivo ao setor faz parte do Programa de Inclusão Digital. No entanto, para garantir o benefício, o valor de venda dos aparelhos não poderá exceder R$ 1,5 mil. A desoneração também inclui roteadores digitais com preços de até R$ 150.

O decreto ainda prevê as características técnicas que o celular deverá ter para ser considerado um smartphone. Segundo o ministério, o celular precisa de conectividade Wi-Fi, navegador, email, tela igual ou superior a 18 centímetros quadrados, aplicativos desenvolvidos no país e kit de desenvolvimento do sistema operacional.

O governo acrescentou que poderá no ato estabelecer valores inferiores ao previsto, "a depender dos requisitos técnicos estabelecidos".




Fonte: Olhar Digital

POSTADO POR - Guilherme J Cabral

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

COMENTE


Topo