ads

Slider[Style1]

tecnologia

Jogos

Música

Cinema

Android

eventos


Em meados de 2012 começaram a surgir rumores de que os preços dos smartphones teriam uma considerável redução. Os preços mais baixos só serão possíveis devido à inclusão dos smartphones na Lei do Bem, que desonera impostos em várias esferas do comércio. Só que aparentemente a previsão para a redução dos preços era para ter vindo até o Natal de 2012, o assunto foi se apagando e perdendo seu foco.

Mas em final de Março deste ano, houve declarações do ministro das comunicações, Paulo Bernado, em que ele atribui a demora aos novos critérios do Tribunal de Contas da União a respeito da desoneração. E informa que o projeto vai sim sair do papel.


"Queríamos no segundo semestre, mas o TCU (Tribunal de Contas da União) estabeleceu novos critérios para questões de desoneração. Eu até brinquei com o ministro (Guido) Mantega que ele agiu por essa norma. Depois tivemos o atraso do Orçamento, mas na quinta-feira (28) passada chegamos a um acordo", disse o ministro em evento da Telefônica/Vivo, realizado recentemente em São Paulo.

Bernardo, declarou em uma conferência no começo deste mês, que o decreto que reduz o preço dos smartphones será assinado nos "próximos dias" e publicado ainda este mês. A aprovação ainda depende do aval da presidenta Dilma Roussef.

Segundo Bernardo, a medida corta grande parte dos impostos de aparelhos até R$ 1,5 mil. Este valor máximo foi estipulado apenas para os modelos com tecnologia 4G. Os telefones com tecnologia 3G só terão desoneração se forem vendidos até R$ 1 mil. Espera-se descontos na casa de 25% sobre o valor original.









Fonte: Olhar Digital

POSTADO POR - Guilherme J Cabral

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

COMENTE


Topo