ads

Slider[Style1]

tecnologia

Jogos

Música

Cinema

Android

eventos


O FBI está fechando o cerco contra a criminalidade na Deep Web. A organização conseguiu prender o irlandês Eric Eoin Marques, que agora deve lutar contra a extradição para os EUA. Marques é responsável pela Freedom Hosting, empresa que hospeda sites na rede anônima Tor, e ficou conhecido como "o maior facilitador de pornografia infantil do mundo".

A identificação dos usuários do Tor teria sido possível graças à exploração de uma vulnerabilidade no Mozilla Firefox 17, navegador que é incluído no "Tor Bundle" utilizado para acessar a rede anônima. Segundo o blog oficial do Tor Project, alguns sites da Freedom Hosting foram derrubados, mas outros executavam um código javascript com o objetivo de capturar os usuários.

A questão, no entanto, levanta algumas dúvidas. Ao mesmo tempo que é indubitavelmente positiva a captura de pedófilos escondidos na Deep Web, o fato de que o FBI conseguiu infiltrar um código em sites anônimos gera algumas questões sérias de privacidade, já que o Tor também é utilizado para fins de ativismo. O problema é ainda mais sério quando se leva em consideração todas as denúncias feitas por Edward Snowden, sobre a espionagem governamental dos EUA sobre os usuários da internet.

Vale lembrar que o projeto Tor, por mais que seja utilizado para os mais diversos fins, criminosos ou não, não tem nenhuma ligação com a Freedom Hosting, empresa cujo dono foi capturado e cujos sites foram utilizados como armadilha.

O site oficial do Tor Project afirma que uma nova versão do "Tor Bundle" já foi lançada, corrigindo esta falha de segurança.


Fonte:OlharDigital

POSTADO POR - Guilherme J Cabral

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

COMENTE


Topo