ads

Slider[Style1]

tecnologia

Jogos

Música

Cinema

Android

eventos


A ideia de capturar uma imagem panorâmica não é nova, nem mesmo se estivermos falando de panorâmicas “de verdade”, em 360 graus. Mas um projeto quer tornar as coisas ainda mais interessantes. Batizada de Panono, a pequena câmera esférica da imagem acima lembra a Bublcam, mas com uma quantidade ainda maior de lentes – 36 contra 4.

O resultado, portanto, é ainda mais impressionante que o obtido com a rival e seus quatro “olhos”. Dá para conferir alguns exemplos aqui e aqui, além de outros na página do dispositivo no Indiegogo – os criadores da Panono esperam receber um financiamento de 900 mil dólares pela plataforma de crowdfunding.


O mais interessante é que as fotos panorâmicas são navegáveis, mais ou menos como as usadas pelo Google no Maps – a própria câmera, aliás, tem um design bem parecido com a que é levada pelos carros da gigante de buscas. Você pode arrastar a imagem de um lado para o outro e dar zoom. A qualidade da captura não é a de uma DLSR, no entanto, mas aproximar a visão ainda ajuda a encontrar alguns detalhes bem curiosos nas fotos.

Como funciona? – Segundo os desenvolvedores, para fazer a Panono funcionar, basta jogá-la para cima, sem fazê-la girar demais. Ao alcançar o ponto mais alto – antes de começar a cair –, a foto é tirada e um preview dela é enviado para um smartphone e exibido no app, que terá versões para Android e iOS. Aliás, não é preciso nem arremessar a câmera, já que ela funciona também na mão ou colocada no alto de um pedestal.

(Reprodução / Indiegogo)

Se estiver satisfeito com o resultado, dá para mandá-lo direto para um sistema de armazenamento em nuvem da própria empresa. De lá, a foto poderá ser compartilhada em redes sociais ou para outros dispositivos, por exemplo. A imagem também pode ficar armazenada na Panono, que tem capacidade para até 400 delas.

Por dentro e por fora – A pequena câmera tem configurações até que respeitáveis. Suas 36 lentes tiram fotos com resolução total de 72 megapixels – nada de vídeos, por enquanto. Ela pesa 300 gramas e tem 11 centímetros de diâmetro, suficiente para caber bem na mão. Com os celulares, o dispositivo se conecta por Wi-Fi ou Bluetooth, e a capacidade de armazenamento não é informada, mas garante suportar até 400 imagens.



Em termos de resistência, a Panono conta com uma camada de plástico resistente que deve resistir bem a quedas de alturas e impactos “normais”, segundo os idealizadores. Ou seja, nada de jogar a câmera de um avião ou disputar uma partida de futebol.

A câmera-360 graus ainda está no Indiegogo, com uma meta de 900 mil dólares. Desse total, um pouco mais de 62 mil já foram arrecadados, e até o momento faltam 53 dias para a campanha ser encerrada. Se quiser contribuir, acesse a página por aqui.



POSTADO POR - Guilherme J Cabral

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

COMENTE


Topo