ads

Slider[Style1]

tecnologia

Jogos

Música

Cinema

Android

eventos


Neste sábado, dia 24, estivemos presentes no Curitiba Social Media 2014, maior evento de mídia social do Sul do Brasil. Após uma edição bem sucedida no ano de 2013, da qual tivemos a oportunidade de estar presentes, a CSM voltou com a promessa de fazer nesse ano, um evento para entrar na história da mídia social brasileira. "Será que conseguiram?" É o que iremos conferir agora.

Primeiras Impressões


Ao entrar no evento já notamos uma mudança brusca de qualidade em comparação com a edição de 2013, o ambiente e a variedade. O evento, este ano, ocorre no Canal da Música e nos mostra como fazer um evento organizado e espaçoso. A primeira reação ao entrar é com o espaço Wake, por assim dizer, onde se encontrava uma variedade incrível de "atrações", desde Oculus Rift e Fliperamas (assuntos de logo mais) a artistas modelando e Selfie Wake (uma ideia excelente que será comentada também logo mais).

Com uma área ampla e extensa, o espaço Melitta Wake (patrocinadora do CSM) foi o ponto de maior concentração pelo fato de reunir mais da metade das atrações do evento (para se ter ideia, tudo ficava lá menos os auditórios e o espaço Pizza Hut). Em comparação com o ano anterior, o espaço trouxe a ideia de reunir a galera que não estaria assistindo a nenhuma palestra, algo que não havia ano passado, por ser um ambiente mais "apertado". Sobre as palestras, o CSM apresentou dois palcos de conteúdo, o principal e o palco do debate/workshop, algo muito interessante e novamente muito organizado.

Selfie Wake


Algo inteligente trouxe uma interação mais humana à edição deste ano. Ano passado você enviava tweets para aparecer num telão, já neste ano, no espaço Wake, você tirava um Selfie no Instagram com a hashtag #Wakenocsm e aparecia num telão central e chamativo sua foto e o que você escreveu, algo muito mais "Social" como diz no próprio nome do evento.

Palestras


Com a ajuda de um auditório extra, esta atual edição se mostrou de uma qualidade extrema em relação a variedade de assuntos para diferentes públicos. Com uma estrutura surpreendente, o palco principal (local de vários shows em "dias normais") recebeu uma diversidade para agradar a gregos e troianos. Grandes nomes passaram nesse primeiro dia, como Castanhari, PC Siqueira, Ricardo Piologo, Tavião e as belas Pietra Príncipe e Mari Graciolli.

Espaço Wake e Octopus

 





Por último o espaço mais chamativo, atrativo e caloroso. O espaço Wake, talvez por ser algo que não esperávamos, nos surpreendeu bastante ao reunir o old e o new e fazer de tudo um clima de descontração. A parte old ficava por parte da máquina Arcade e da máquina de Pinball, um deleite para os saudosistas dos anos 80. Já a parte new era por parte do Oculus Rift, novidade em quesito de tecnologia e que trazia a maior fila do evento. Além dos Fliperamas (que teve até campeonatos organizados pela equipe Wake), o espaço também tinha presença de artistas modelando e desenhando, uma verdadeira obra-prima quando vemos Wolverine e Kratos modelados por aqueles que estavam na nossa frente.

Veredito



Com um espaço maior e um evento mais Social, o CSM 2014 conseguiu juntar todas as pontas e fazer um evento de qualidade onde quem não queria ver palestras teria a sua disposição um espaço ótimo e de extrema diversão (como quase nem se vê em eventos). Sem o tradicional empurra-empurra ocasionado em espaços pequenos, o ingresso de 60 reais para os dois dias vale muito a pena. Ida obrigatória desde o cara que procura um lugar para se divertir e rir até um cara que quer aprender mais sobre o mundo do Marketing e Mídia.

OBS: Povo no evento bem educado e atencioso.

POSTADO POR - MrBrunoSantos

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

COMENTE


Topo